quinta-feira, 7 de outubro de 2010

PRAÇA DO MURO DAS LAMENTAÇÕES SERÁ REFORMADA

Segue trecho de uma notícia publicada no The Jerusalém Post (05-10-10). A tradução é do Numinosum:
“Um novo plano para renovar completamente a praça do Muro das Lamentações foi aprovado pelo Comitê de Planejamento e Construção de Jerusalém na segunda-feira, abrindo caminho para as mudanças mais drásticas no layout da área desde que a praça foi criada após a Guerra dos Seis Dias”.
De acordo com o Palestine Note (06-10-10), autoridades palestinas acusam o governo de Israel de “judaizar” Jerusalém Oriental, tida pelos palestinos como sua futura capital. 

O jornal chinês Xinhua.net divulgou uma declaração feita por Hassan Khater, secretário-geral da corporação islâmico-cristã em Jerusalém:
“o que acontece em Jerusalém agora é um plano real de Israel, que visa judaizar a cidade inteira, tomando uma série de medidas nas últimas semanas.”
Não sei se há alguma intenção oculta por trás dessa reforma, mas uma coisa é certa, as medidas que o governo israelense vem tomando ao longo de alguns anos tem tornado o diálogo entre palestinos e israelenses cada vez mais difícil.

Foto: Haaretz