sexta-feira, 30 de outubro de 2009

IGREJA LUTERANA ALEMÃ ELEGE MULHER LÍDER

Pela primeira vez na história da igreja protestante alemã, esta será liderada por uma mulher. Margot Kässmann tem 51 anos, é divorciada e conhecida como “Bispo Pop”.


Cerca de
metade dos cristãos na Alemanha pertencem à Igreja Evangélica da Alemanha, que é de tradição luterana. Margot Kässmann torna-se assim líder espiritual de cerca de 25 milhões de fiéis.


A atual bispo de Hanover era considerada uma candidata
polêmica ao lugar, devido ao fato de ser divorciada. Mas a mãe de quatro filhos conseguiu 132 de 142 votos para garantir o lugar.


Kässmann, que ganhou a sua alcunha pelas frequentes aparências televisivas, é descrita como defensora do diálogo ecumênico, em particular com a Igreja Católica, que contabiliza ligeiramente mais fiéis que a Evangélica. Contudo, a ordenação de mulheres ao sacerdócio nesta confissão protestante é um grande obstáculo a esse diálogo, uma vez que Roma não aceita essa prática.


Com esta eleição Kässmann torna-se a terceira mulher a liderar uma grande igreja cristã no mundo, estando agora na companhia de Katherine Jefferts Schori, primaz da ultra-liberal Igreja Episcopal (ramo da Comunhão Anglicana nos EUA), e Susan Johnson da Igreja Evangélica Luterana do Canadá.


As rainhas Isabel II do Reino Unido, e Margarida II da Dinamarca são as chefes oficiais da Igreja Anglicana e da Igreja da Dinamarca respectivamente, mas esse é um posto essencialmente cerimonial e nenhuma das duas é considerada clériga.

Fonte: Renascença/Notícias Cristãs

DECLARAÇÃO CONJUNTA SOBRE DOUTRINA DA JUSTIFICAÇÃO COMPLETA DEZ ANOS

Augsburgo, 29 out (RV) - Terá início amanhã, em Augsburgo, na Alemanha, um simpósio a fim de comemorar os dez anos da declaração conjunta sobre a Doutrina da Justificação assinada nessa cidade em 31 de outubro de 1999, pela Federação Luterana Mundial (LWF) e pela Igreja Católica.


A declaração é fruto de vários encontros de diálogo realizados entre
luteranos e católicos. É uma pedra fundamental no campo ecumênico.


Com o documento a Federação Luterana Mundial e o Vaticano afirmavam que as repetidas condenações recíprocas, ocorridas durante séculos em matéria de justificação, não seriam mais objeto da doutrina das respectivas Igrejas. Em
2006 a declaração foi assinada também pelas Igrejas pertencentes ao Conselho Mundial das Igrejas Metodistas.


Participarão das comemorações o presidente do Pontifício Conselho para a Promoção da Unidade dos Cristãos, Cardeal Walter Kasper, e o secretário-geral em fim de mandato da Federação Luterana Mundial, Ishmael Noko.


O evento se concluirá no próximo dia 31 com uma celebração
ecumênica na catedral de Augsburgo. (MJ)

Fonte: Rádio Vaticano

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

MARINA SILVA: ECOLOGIA COM MENOS ESCATOLOGIA

Por Jones Mendonça


Marina Silva não tem me decepcionado. Dias desses tive a grata oportunidade de vê-la pregar numa Assembléia de Deus sobre preservação do meio ambiente. A Assembléia de Deus, como a grande maioria das igrejas pentecostais, sempre teve um discurso bastante escatológico (ênfase o fim dos tempos), por causa disso pouca importância deu à preservação dos recursos naturais. Marina me surpreendeu com um sermão ecológico baseado na Bíblia, bem ao estilo Leonardo Boff e Frei Beto.


Uma outra postura interessante de Marina foi ter deixado claro que não possui um discurso fundamentalista como ocorre com freqüência entre os políticos evangélicos americanos. Ela deixou isso bem claro quando disse: “Nunca defendi o criacionismo nas escolas”. Concordo com Marina, escola é lugar para ciência, e não para religião, exceto nas aulas reservadas para o tema, ainda assim, sem fazer apologia confessional.


Não acredito que Marina esteja sendo pragmática. Ela é uma mulher inteligente, esclarecida e engajada naquilo que faz. O Brasil precisa de políticos assim. O Brasil precisa de evangélicos assim!


Efatá!

APOSENTADA MORRE E FAMÍLIA ESPERA TRÊS DIAS PELA 'RESSURREIÇÃO' NA PARAÍBA

Aposentada, antes de morrer, pediu que seu corpo não fosse mexido.Funcionário de cemitério disse que corpo não enrijeceu em 72 horas.


A aposentada Ivaneide Barbosa do Nascimento, 66 anos, morreu no sábado (24), mas só foi sepultada nesta terça-feira (27), em João Pessoa. Segundo familiares e amigos, a demora teria sido um pedido feito por ela em seu leito de morte. Irmã Neide, como era conhecida na capital paraibana, oferecia consultas espirituais para a comunidade e algumas pessoas chegaram a imaginar que ela pudesse ressuscitar.


A casa onde ela morava virou atração para curiosos durante os três dias que o corpo da aposentada ficou no local. Irmã Neide foi sepultada na tarde desta terça-feira no Cemitério Parque das Acácias.


“Havia uma expectativa de que ela ressuscitaria após três dias. Não posso dizer que cheguei a acreditar nisso, mas oramos muito e pagamos para ver. Passado o período, tivemos de providenciar o sepultamento”, disse Eudmarco Medeiro de Farias, 33 anos, secretário e amigo da família.


Carlos Antonio da Silva, 52 anos, que preparou o corpo da aposentada para o sepultamento, disse que nunca viu algo parecido. “Em dez anos de profissão no cemitério, nunca vi um corpo não enrijecer, não exalar odores e não inchar em 72 horas. Parecia que ela tinha acabado de morrer”.


Farias disse ainda que Irmã Neide fez um último pedido instantes antes de morrer. “Ela falou para a funcionária que trabalha na casa dela para que a hora dela estava chegando e que não era para mexer no corpo dela durante três dias. Ela pediu que não fosse sepultada neste período”.


Segundo ele, os parentes da aposentada, que estão divididos em vários países e estados brasileiros, teriam tempo para vê-la antes do sepultamento. “Parecia que ela queria estar bem para se despedir da família. Todos consideram que ocorreu um milagre. Parecia que ela estava dormindo, apenas descansando”, disse Farias.
Assim como foi intensa a movimentação de curiosos na casa da aposentada desde sábado, o velório de Irmã Neide também atraiu muitas pessoas. Apesar disso, familiares e amigos não acreditam que a casa onde ela viveu se transforme em local de peregrinação.


Fonte: G1/Notícias Cristãs

CUIDAR DA TERRA É GARANTIR O DIREITO DOS QUE AINDA NÃO NASCERAM, DIZ MARINA SILVA

O Salmo 115 ensina que Deus habita nos céus e que deu a Terra aos seres humanos. “Mas esse lugar dado por Deus está adoecendo em função de nossa ação. Não estamos cuidando nem respeitando esse presente dado pelo bom Deus”, alertou a senadora Marina Silva (PV-AC), ministra do Meio Ambiente no governo Lula entre 2003 e 2008.


A senadora fez, na quinta-feira (22), a conferência de abertura do Simpósio Espiritualidade do Cuidado, promovido pela Primeira Igreja Presbiteriana Independente de São Paulo.


Marina Silva utilizou diversas passagens bíblicas para ilustrar a palestra. Citou, por exemplo, uma reflexão de Leonardo Boff, que afirma que o desenvolvimento científico e tecnológico do mundo ocidental está baseado num olhar distorcido sobre Gênesis 1.28 e sua ordem para que os seres humanos enchessem a terra e a sujeitassem.



O foco, entretanto, deveria estar mais adiante: em Gênesis 2.15, onde se anuncia que o Jardim do Éden é um lugar para ser cultivado e guardado. “Aí muda a perspectiva”, disse a senadora. “Não vamos apenas contemplar. Precisamos da água, da terra, dos minerais. Mas temos que cultivá-la, usá-la com sabedoria e cuidado”.


De acordo com a ex-ministra, utilizar os recursos naturais com sabedoria e cuidado significa praticar o desenvolvimento sustentável. “O desenvolvimento sustentável utiliza os recursos naturais de uma forma que atenda às nossas reais e legítimas necessidades sem prejudicar os legítimos direitos dos que ainda não nasceram”, defendeu.


Citando outra passagem bíblica, Marina Silva falou do patriarca Abraão, que plantou um bosque em Berseba e lá invocou o nome do Senhor. Para a ex-ministra, esse exemplo demonstra que Abraão preocupou-se com os que viriam depois dele.
A senadora lembrou que, na visão de uma tribo africana, “não vamos deixar a terra de herança: na verdade nós é que a tomamos emprestada de nossos filhos, netos e bisnetos, e temos que devolvê-la para o futuro em condições iguais ou melhores do que aquelas em que a recebemos”.


Para ter esse cuidado, sem o qual a própria vida é impossível, é necessário haver consciência, disse a ex-ministra. “Às vezes, a pessoa não tem a percepção de que está causando dano ao outro, e por isso não tem sequer a chance de reparar o erro. Muitas pessoas não têm a percepção de que já causamos uma série de alterações no planeta que não podem mais continuar”.


O desmatamento, a perda de biodiversidade e o aumento da temperatura do planeta são apenas algumas dessas alterações, enfatizou.


Já existem hoje as condições técnicas para alimentar toda a humanidade e reverter os processos de destruição ambiental. “O que falta é a escolha e o compromisso ético de fazê-lo, como aponta meu colega Cristovam Buarque”, disse, citando o senador pelo Partido Democrático Trabalhista (PDT-DF).


Para a ex-ministra, muitas vezes as pessoas pensam que a idéia do cuidado é um trabalho gigantesco. “Mas cada um vai contribuir de acordo com suas possibilidades: em casa, reciclando lixo, economizando água e luz”, defendeu.
“Já o governo tem que fazer as políticas públicas para combater o desmatamento, um plano de mudanças climáticas, um plano nacional de recursos hídricos, entre outros. Os grandes empresários terão que implementar políticas de sustentabilidade, os madeireiros devem trabalhar com planos de manejo sustentável”, continuou.


Dessa forma, disse Marina Silva, as pessoas estarão cultivando e guardando a terra para os que ainda não nasceram. “Esse legado só pode ser deixado pela capacidade que o ser humano tem de cuidar: de si mesmo, do outro e das outras formas de existência”.


A senadora, que utilizou sua própria Bíblia para ler no altar algumas passagens e se definiu como “missionária da Assembléia de Deus”, encerrou a palestra com uma poesia de sua autoria, “inspirada na atitude de João Batista”.


Fonte: ALC/Notícias Cristãs

CONTINUA DIÁLOGO ENTRE CATÓLICOS E ORTODOXOS

Cidade do Vaticano, 29 out (RV) - O diálogo entre católicos e ortodoxos continua. Esse o resultado da décima primeira reunião da Comissão Conjunta Internacional para o Diálogo Teológico entre a Igreja Católica e a Igreja Ortodoxa, realizada nos dias passados em Chipre sobre o tema crucial do papel do Bispo de Roma. A Rádio Vaticano entrevistou o Presidente do Pontifício Conselho para a Promoção da Unidade dos Cristãos, Cardeal Walter Kasper, co-presidente da Comissão:

R. – Em Chipre tivemos uma acolhida muito calorosa, seja por parte do arcebispo de Chipre seja por parte do arcebispo de Pafos, onde São Paulo anunciou o Evangelho; também as relações entre os membros católicos e ortodoxos da Comissão foram muito bons, amigáveis, serenos. Debatemos uma questão muito, muito complexa, um tema que há séculos tem um peso emotivo: o papel do Bispo de Roma na comunhão universal da Igreja do primeiro milênio. Demos pequenos passos avante na justa direção. Precisamente porque é uma questão delicada, os passos são pequenos e lentos. O que é importante, porém, é que – apesar das manifestações contrárias organizadas por alguns expoentes, sobretudo da Igreja da Grécia – todos os representantes ortodoxos foram decididos e determinados em continuar com o diálogo. Assim, nos encontraremos no próximo ano em Viena. (SP)

Fonte: Rádio Vaticano

CORPO DE EVANGÉLICA ESTÁ HÁ 3 DIAS AGUARDANDO RESSURREIÇÃO

Uma senhora de 66 anos de idade, há vinte anos não andava em decorrência de Artrite e Artrose. Evangélica desde criança, a irmã Neide teve uma revelação antes de morrer e fez um pedido aos familiares. Para os mais próximos e familiares ela foi arrebatada e esperam um milagre.


Entenda o caso

Ao tomar café na manhã do sábado, a senhora começou a orar em ministério e proferindo as seguintes palavras – “vou ser arrebatada e muitos vão pensar que estou morta, mas estou viva”.


Com a voz fraca pediu que não mexessem em seu corpo em três dias. E foi o que aconteceu. Na manhã desta terça-feira (27) completam três dias que o corpo da Irmã está na sala da sua residência, sem aplicação de nenhum produto. O impressionante é que o corpo não sofreu nenhuma alteração e não exala mau cheiro. Este fato foi constatado por vários médicos. No laudo, a causa-morte foi parada cardíaca.


A família em um ato de fé e respeito ao pedido da evangélica abriu as portas da residência, localizada no bairro de Jaguaribe, àqueles que desejam conhecer o caso que chama a atenção de todos desde o fim de semana. Nossa equipe esteve e constatou a presença do corpo.


“Que Deus possa trazer a vida dela de volta”, essas são as palavras de um presente no velório, lembrando da felicidade da irmã Neide.


Mesmo acreditando na ressurreição, familiares já providenciaram toda documentação do sepultamento, que estava previsto para as 9h de hoje, mas foi novamente adiado o enterro. Todos aguardam a ressurreição.

Fonte: ClickPB/Notícias Cristãs

DÍZIMO: NÓS DEVEMOS DAR? O CONTROVERSO PASTOR CAIO FABIO DIZ QUE NÃO. VEJA O VÍDEO

Por Renato Cavalara em quarta-feira, 28 outubro 2009


Caio Fabio em entrevista esclarece sobre a entrega do dízimo nas igrejas e afirma “Não aceite o texto de Malaquias [Malaquias 3:10] no qual a igreja estelionatária pegou para si.


Segundo ele, esse texto é exclusivo para Israel, “O dizimo sempre foi estabelecido para Israel para o sustendo da ordem levítica para manutenção do templo, para distribuição aos pobres”; “Hoje por estarmos no tempo da Graça e não mais na Lei, nenhuma pessoa deve levar o dizimo a nenhum templo nem lugar.” Afirma no vídeo que tem circulado a internet.

Caio Fábio ainda afirma que “qualquer igreja que diz que se você não colocar o dinheiro no gasofilácio estará em pecado está mentindo e realizando uma manipulação diabólica” e ele desafia a qualquer pastor provar o contrário. “coloquem a pastorada evangélica, eles não tem peito de me encarar, põe no Maracanã…Eu vou chamá-los de mentirosos um a um.”

Fonte: Gnotícias

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

LUTERANOS BUSCAM RECONCILIAÇÃO COM MENONITAS

O site Christian Today noticiou, em 27 de outubro de 2009, a disposição da Federação Luterana Mundial de promover a reconciliação entre luteranos e os menonitas (um ramo dos anabatistas, grupo religioso surgido na Europa após a reforma protestante).

A votação unânime a favor da declaração foi recebida pelo secretário-geral da Conferência Mundial Menonita, o Rev. Dr. Larry Miller. O processo para a reconciliação entre a Federação Luterana Mundial e o a Conferência Mundial Menonita está em andamento desde 1980, quando, durante o 450º aniversário da Confissão de Augsburgo representantes das igrejas menonitas questionaram como se poderia juntar celebrações de um documento que condenava os anabatistas e os seus ensinamentos.


O principal ponto de discórdia entre os menonitas e seus perseguidores era o batismo infantil. Os menonitas acreditam que a igreja deve ser formada a partir de membros batizados voluntariamente. Isso não era tolerado pelo Estado, nem pela igreja católica nem pela igreja protestante oficial da época. Os Amish, famosos por se recusarem às inovações tecnológicas como automóvel e luz elétrica, são um grupo dissidente dos menonitas.

KADAFI DENUNCIA “DOIS PESOS E DUAS MEDIDAS” NUCLEAR APLICADOS A ISRAEL E IRÃ

O líder da Líbia, coronel Muammar Kadafi, acusou neste domingo a comunidade internacional de aplicar “dois pesos e duas medidas” em matéria nuclear, pois permite a Israel um arsenal atômico, mas tenta deter o programa nuclear do Irã.


Em uma entrevista à televisão britânica “Sky News”, Kadafi, cujo país renunciou a um programa de armamento de destruição em massa de maneira voluntária em 2003, feito que possibilitou sua reintegração na comunidade internacional, foi perguntado se aconselharia ao presidente iraniano,
Mahmoud Ahmadinejad, seguir os mesmos passos.


“Até agora, o Irã não disse que está fabricando uma arma nuclear. O Irã diz que está enriquecendo urânio”, respondeu o líder norte-africano.
“Se o Irã estivesse fabricando armas nucleares, então todos, incluídos nós, estaríamos contra. Mas o Irã não disse isso”.


O dirigente líbio criticou o “dois pesos e duas medidas” que as potências ocidentais fazem nesse terreno.


“Se os israelenses têm armas nucleares e capacidade nuclear, então o mesmo têm direito a ter os egípcios, os sírios, os sauditas... Inclusive os palestinos deveriam, porque seus colegas, ou seus oponentes, têm capacidade nuclear. Por que não?”
“Se não queremos esta situação, teremos que desarmar Israel de suas armas e capacidade nucleares”, acrescentou o chefe de Estado líbio.


Fonte: EFE/Notícias Cristãs

RABINO ISRAELENSE ACUSADO DE EDUCAR CRIANÇAS COM MÉTODOS CRUÉIS EM SP SERÁ EXTRADITADO

SÃO PAULO - Está prevista para esta terça-feira a extradição do rabino israelense Elior Niam Hen, preso em São Paulo há um ano e quatro meses, acusado de liderar uma seita religiosa que utiliza métodos cruéis para educar crianças.
Hen, que foi detido pela Polícia Federal em maio do ano passado, em sua casa, no Bom Retiro, pretendia fixar moradia na capital, segundo informações da Interpol (Organização Internacional de Polícia Criminal).


Por determinação do Supremo Tribunal Federal (STF), o religioso embarcará no Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos, com destino a Jerusalém, onde será entregue às autoridades.


O advogado do religioso, Daniel Garçom, diz que Hen “é uma pessoa de bem, um religioso”, que alega inocência frente às acusações.


- Ele não foi condenado por crime nenhum em Israel e pediu refúgio ao Brasil, o que lhe foi negado - afirma Garçom.


Segundo as autoridades israelenses, o rabino torturava crianças para expulsar os demônios do corpo. O rabino, conforme o advogado, está com medo de retornar a Israel.


- Lá ele é perseguido, criticado pela imprensa.


O rabino está detido uma cela na sede da PF em São Paulo e recebe a visita de membros da comunidade judaica ortodoxa e do advogado. A mulher e seus quatro filhos moram na Bélgica.


Segundo o advogado, Hen fugiu para o Brasil em março de 2008, quando foi acusado de tortura em Israel.


- Ele foi orientado por religiosos, no Canadá, a vir para o Brasil, onde há respeito às mais diversas culturas, religiões e cores. Até disseram para ele que o presidente do país havia sido perseguido pela ditadura militar - acrescenta Garçom.

Fonte: O Globo/Notícias Cristãs

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

PARA MACEDO DÍZIMO É OBJETO DE BARGANHA

Por Jones Mendonça

Na sua biografia, o Bispo Macedo declara abertamente sua visão a respeito do dízimo. Para ele, ao dar o dízimo, Deus se torna servo do homem:
“A igreja cresce porque o povo é beneficiado. as pessoas que mais foca­mos são as fracassadas. E por quê? Porque o Deus em que cremos é um Deus vivo. 
Em razão disso, Deus se torna obrigado (grifo nosso) a corresponder às necessidades das pes­soas. Ou Deus existe e atende ao clamor delas ou Deus simplesmente não existe [...]
Ele continua na mesma página:

[o dízimo] É um compromisso que revela a fé prática. A de que Deus fica obrigado (grifo nosso) a esse compromisso com a pessoa que deu o dízimo...”[1]
Nota:
[1] LEMOS, Christina; TAVOLARO, Douglas. O bispo: A História Revelada de Edir Macedo. Larousse, 2007. p.166.

OS MÍSTICOS MEDIEVAIS E SUA LINGUAGEM SEXUAL

Por Jones Mendonça

Não há dúvida do valor que tiveram os místicos medievais. Até Lutero foi influenciado por eles. A linguagem sexual era muito empregada pelos místicos para descrever o relacionamento entre o fiel e Deus. Teresa de Ávila foi uma dessas. Leia o texto abaixo e perceba nas entrelinhas a forte conotação sexual de sua visão:

Via um anjo ao pé de mim, ao lado esquerdo, em forma corporal [...] Não era grande, antes pequeno, muito belo, e o rosto tão incendido, que parecia ser dos anjos mais elevados – desses que parecem abrasar-se todos [...] Vi-lhe nas mãos um grande dardo de ouro, e na ponta da arma pareceu-me ver um pouco de fogo. E parecia que mo enfiava pelo coração algumas vezes e me chegava até as entranhas. Ao tirá-lo, cuidava eu que as levava consigo e me deixava toda abrasada num grande amor de Deus. A dor era tão forte que me fazia soltar gemidos; e tão excessiva a suavidade que me deixava aquela dor infinita, que não se podia desejar que me deixasse nem se contenta a alma com menos do que Deus. Não é dor corporal, mas espiritual, embora o corpo não deixe de ter participação e grande. É um trato de amor tão suave que passa entre Deus e a alma que, suplico eu à sua bondade, faça-o gozar a quem pensar que estou mentindo”[1].

Recentemente, com o chamado “louvor extravagante” a linguagem sexual dos místicos voltou a todo vapor. Como no passado o livro de Cantares tem sido a fonte de inspiração da grande maioria dos cânticos que seguem essa linha. Mas será que este livro fala mesmo do amor de Cristo pela igreja ou de um homem por uma mulher? Estou mais inclinado à segunda opção...


Nota:
[1] LEÓN, Luiz (Edit). Vida de Santa Teresa de Jesus escrita por ela mesma. Tradução de Rachel de Queiroz. São Paulo: Loyola, 1998, p. 171.


Figura:
Êxtase de Teresa d’Ávila, escultura de Bernini (1645 a 1652). Encontra-se na capela Cornaro, Igreja de Santa Maria Vitória, Roma. Teresa d’Ávila foi uma mística cristã do século XVI, autora da frase: “toda a miséria do presente é suportável pela esperança do beijo divino”.

sábado, 17 de outubro de 2009

SHEMÁ ISRAEL, SHEMÁ PALESTINA.


Por Jones Mendonça


Duas notícias me chamaram atenção esta semana. A primeira foi a de que o grão rabino Asquenazi de Israel, Yona Metzger, fez uma visita ao Senado pedindo para que o presidente Lula não receba o líder de Estado do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, que pretende fazer uma visita ao Brasil.


Não é nenhuma novidade que o líder do Irã tem um discurso claramente anti-semita chegando a dizer certa vez que “Israel deve ser varrido do mapa”. Confesso que acho bem estranha essa tentativa de aproximação entre o Brasil e o governo iraniano. Mas também acho que Israel se coloca demais como vítima quando o assunto é a ocupação da Palestina e os conflitos ligados a ela.


A segunda foi sobre o corte de algumas cenas da série de TV turca que mostra a violência de soldados israelenses contra os palestinos. Dentre as imagens censuradas estão o fuzilamento de civis palestinos com os olhos vendados e crianças sendo mortas por tiros após jogarem pedras em soldados israelenses. Um mal estar diplomático entre os dois países foi a causa da retirada das cenas.


É verdade que o ódio contra Israel é cultivado diariamente em países árabes e o efeito dessas imagens pode intensificá-lo ainda mais. Mas fico a me perguntar: será que devemos enxergar os soldados israelenses como “mocinhos” e os palestinos como bandidos? Há sérias denúncias de que na “Operação chumbo fundido”, realizada entre dezembro e janeiro tenha ocorrido uma série de excessos por parte do exército de Israel. Fontes palestinas afirmam que em 22 dias morreram 1,3 mil palestinos, sendo que cerca de um terço deles eram crianças. O Exército israelense prometeu investigar.


Fico estarrecido quando leio um livro (pseudo) evangélico defendendo Israel com unhas e dentes, como se esse povo estivesse acima do bem e do mal. E não são poucos os livros (e pastores) que fazem isso. Num deles o autor chega a dizer que os evangélicos não devem desejar a paz na Palestina, orar para que os palestinos deixem de vez aquela região, que pertenceria ao povo judeu.


Não sou a favor de Israel. Não sou a favor dos palestinos. Sou a favor do diálogo, da justiça, da igualdade de direitos e da livre expressão. Um mundo melhor só se constrói assim.

Efatá!


Imagem:

Arte do ilustrador israelense Hanuka Tomer.

VATICANO APROVA NORMA ESPECIAL PARA ACOLHER ANGLICANOS

Mudanças autorizam a ordenação de clérigos casados anglicanos como sacerdotes católicos

O Vaticano anunciou nesta terça-feira (20) a disposição em acolher na Igreja Católica os anglicanos e para isso aprovou uma Constituição Apostólica que contempla a concessão de uma divisão pessoal, similar ao Opus Dei e ao Ordinariatos Militares. Com isso, os anglicanos podem ser aceitos na Igreja Católica, mantendo uma identidade religiosa distinta.

A norma de máxima categoria prevê a ordenação de clérigos casados anglicanos como sacerdotes católicos, embora não a de homens casados como bispos, alinhado à tradição católica e ortodoxa.

O anúncio foi feito pelo cardeal William Joseph Levada, prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, e o arcebispo Joseph Di Noia, secretário da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos.

Levada informou que, com essa Constituição Apostólica, a Igreja Católica Apostólica Romana responde aos inúmeros pedidos feitos à Santa Sé por grupos anglicanos de diferentes países que desejam entrar em plena e visível comunhão com a Igreja Católica.

Com esse objetivo, o papa Bento XVI aprovou uma estrutura canônica que prevê a criação de ordinariatos pessoais, ou seja, que as comunidades anglicanas que entrem na Igreja Católica dependam de um bispo particular e não do diocesano, como ocorre com o Opus Dei. Dessa maneira, o chefe da diocese poderá ser um sacerdote ou um bispo não casado.

Assim, as comunidades anglicanas conservarão seu patrimônio espiritual e litúrgico anglicano.

Os ordinariatos pessoais serão criados conforme as necessidades.

O cardeal encarregado da defesa da ortodoxia da fé católica detalhou que a medida do Vaticano está alinhada ao compromisso para o diálogo ecumênico. “A iniciativa é consequência do desejo de vários grupos de anglicanos de compartilhar a fé católica. Por isso, chegou o tempo de expressar essa união implícita de uma forma visível de plena comunhão”, acrescentou Levada.

Fonte: Revista Época

SACERDOTE CALDEU ALERTA PARA RISCO DA XARIÁ AOS NÃO MUÇULMANOS

Bagdá, 21 out (RV) - “A recente introdução, na cidade Najaf e província, de normas que proíbem aos não muçulmanos ingerir ou vender bebidas alcoólicas, porque incompatíveis com o Islã, pode fazer com que o Iraque comece a aplicar a lei islâmica, a xariá” – disse o representante do Patriarcado Caldeu junto à Santa Sé, Pe. Philip Najim.


O sacerdote ressaltou que “se trata de um risco que distanciaria o Iraque do caminho rumo à democracia sólida, que respeita os direitos de todos, inclusive das minorias. As religiões, tanto cristã quanto muçulmana, devem ajudar a reconciliar o país e seu povo. Os políticos precisam entender que a fé é um valor para o povo iraquiano”.

Pe. Najim frisou que o Iraque não precisa introduzir tais normas, mas construir estradas, escolas, hospitais, investir na economia a fim de criar empregos e bem-estar para todos.


O procurador caldeu ressaltou a ambigüidade da Constituição iraquiana, que segundo ele, reitera o respeito pela liberdade religiosa, mas ao mesmo tempo não admite a promulgação de leis contrárias à religião muçulmana. (MJ)

Fonte: Rádio vaticano

PORQUE O PAPA USA O SÍMBOLO DA CRUZ INVERTIDA? (CRUZ DE SÃO PEDRO)

A cruz invertida, também conhecida como a cruz de São Pedro, tem sido vista como um símbolo satânico por grupos fundamentalistas evangélicos, mas o seu uso por seitas satânicas é tardio. Historicamente, tem sido usada pelo clero romano como um símbolo de humildade, já que na tradição católica Pedro teria se recusado a ser crucificado como Cristo e pedido para ser martirizado de cabeça para baixo [1].

Apesar de ser protestante, não acho honesto mentir para criticar a religião alheia. Acusar o papa de usar um símbolo satânico é um anacronismo gritante que revela a ignorância em relação à história da igreja.

Nota:
[1] Há várias referências a esse episódio em documentos dos primeiros séculos. Podemos destacar dois: “Pedro, ao ser martirizado em Roma, pediu e obteve fosse crucificado de cabeça para baixo (Orígenes, Com. in Genes. 3). “Pedro, finalmente tendo ido para Roma, lá foi crucificado de cabeça para baixo (Eusébio de Cesaréia, História Eclesiástica 3,1).

Fontes:
symboldictionary.net
CESARÉIA, Eusébio de. História Eclesiástica. Tradução de Wolfgang Fischer. São Paulo: Novo Século, 2002.
COMBY, Jean. Para leer la historia de la iglesia - De los orígenes al siglo XV. Estella: Verbo Divino, 1993.

Crédito da imagem:
Giotto di Bondone
O martírio de Pedro (detalhe)
c. 1330
Têmpera sobre painel
Pinacoteca, Vaticano

SANTO SUDÁRIO SERÁ EXPOSTO EM 2010

Turim, 19 out (RV) - Realiza-se de 10 de abril a 23 de maio de 2010, em Turim, na Itália, a exposição do Santo Sudário.


Para tal ocasião a Edição OCD da
Ordem dos Carmelitas Descalços publicará o livro “Procuro o teu rosto” a fim de preparar os peregrinos que irão venerar o Santo Sudário que cobriu o corpo de Cristo.


O livro propõe
textos litúrgicos sobre a história da veneração do Santo Sudário, uma guia para auxiliar os fiéis na vivência do Sacramento da Reconciliação, no Terço meditado, na Via Sacra, além de indicações e textos para a reflexão e oração pessoal.

Além disso, a Edição OCD publicará em
2010 uma série de livros sobre espiritualidade a fim de que os fiéis possam viver bem este evento. (MJ)

Fonte: Rádio Vaticano

IGREJA CRITICA NOVO LIVRO DE SARAMAGO

19 de outubro de 2009


Caim, livro mais recente do português José Saramago, gerou polêmica ao chegar às livrarias nesta segunda-feira, depois que o episcopado lusitano afirmou que se trata de mera “operação publicitária”.


O livro, que narra em tom irônico a história bíblica de Caim, filho de Adão e Eva que matou o irmão Abel, foi apresentado no último domingo em Penafiel pelo autor.


“A Bíblia é um manual de maus costumes, um catálogo de crueldade e do pior da natureza humana. Sem ela, um livro que teve muita influência em nossa cultura e até em nossa maneira de ser, os seres humanos seriam provavelmente melhores”, destacou o escritor.


O romancista denunciou “um Deus cruel, invejoso e insuportável, que existe apenas em nossas mentes”, e afirmou que sua obra não causará problemas com a Igreja Católica, “porque os católicos não leem a Bíblia”. “Admito que o livro pode irritar os judeus, mas pouco me importa”, disse.


O porta-voz da Conferência Episcopal Portuguesa, Manuel Marujão, chamou o livro de “operação publicitária”. Segundo ele, “um escritor da dimensão de José Saramago deveria tomar um caminho mais sério. Pode fazer críticas, mas entrar em um gênero de ofensas não fica bem a ninguém, e muito menos a um Prêmio Nobel”.


O rabino Elieze du Martino, representante da comunidade judaica de Lisboa, afirmou que “o mundo judeu não vai se escandalizar com os escritos de Saramago nem de ninguém”. Ele afirmou que Saramago “desconhece a Bíblia”.


O romancista português provocou revolta em 1992 com Evangelho Segundo Jesus Cristo, no qual mostra um Jesus que perdeu sua virgindade com Maria Madalena e que era utilizado por Deus para ampliar seu poder no mundo. Pouco depois, o escritor se mudou de Portugal para um arquipélago espanhol das Canárias.


Fonte: Revista Veja

CAIO FÁBIO, EDIR MACEDO O CAMARÃO E A MINHOCA

No seu livro “Confissões do pastor”, Caio Fábio conta como foi o seu encontro com Edir Macedo, líder da polêmica Igreja Universal do reino de Deus . Caio Fábio queria conhecê-lo pessoalmente, já que custava a acreditar nas coisas que ouvia a seu respeito.

O encontro ocorreu no escritório de Edir, na recém adquirida TV Record. Após esperar por cerca de 15 minutos, o pastor presbiteriano foi recebido e a conversa teve início. Após Macedo expressar seu ressentimento por ter sido desprezado pelos evangélicos, Caio Fábio lhe perguntou o porquê de tanto misticismo e coisas estranhas presentes na Universal. Segundo caio Fábio, a resposta de Macedo foi a seguinte:


“Olha, cada um pesca com o que tem e como sabe. Você pesca com camarão. Fala bem, é preparado e ganha gente preparada. Outro pesca com pão. Outro com minhoca. E tem peixe que só gosta de minhoca. E tem outros que pescam como eu, com fezes”[1].

Nota:

[1] FÁBIO, Caio. Confissões do pastor. Rio de Janeiro: Record, 1997, p. 301.

IGREJA BAPTISTA PLANEJA QUEIMAR LIVROS E MÚSICA NO DIA DAS BRUXAS

Incluindo algumas versões da Bíblia.


Uma igreja baptista de Canton, na Carolina do Norte, está a planear queimar livros e música que considera satânicos, por ocasião do Dia das Bruxas. Além de livros da saga Harry Potter e obras como “A Origem das Espécies”, de Charles Darwin, também cópias da Bíblia serão queimadas – excepto a versão “King James”, a única tomada em conta pela igreja baptista e considerada “infalível”.


De acordo com a revista “Examiner”, o encarregado desta igreja, o pastor Marc Grizzard, disse que todas as outras versões da Bíblia são “satânicas” e “perversões” da palavra de Deus. Além destas obras, também discos de música considerada satânica serão queimados por Grizzard e 14 outros membros da igreja. Entre os estilos, contam-se o Country, Rap, Rock, Pop, Heavy Metal, Western, Jazz e Soul.


Este deverá ser, no entanto, um serão bem passado. O site da igreja (agora indisponível), informa que vai haver churrasco de frango e que “toda a gente será servida”.

Fonte: Publico/Notícias Cristãs

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

PEDOFILIA É COISA VELHA...

Por Jones Mendonça

Constantemente ouço pessoas dizerem que vivemos numa época cuja imoralidade extrapolou todos os limites. “Antigamente não se via isso” dizem os mais ingênuos referindo-se ao homosexualismo e à pedofilia. Mais tais comportamentos já eram notados na Grécia e em Roma, como destaca Francismo de la Maza, na sua obra “La erótica homosexual em la Grécia y Roma”:
“Os dórios sentiram e converteram sua bissexualidade em algo mágico-religioso, como muitos ou todos outros povos primitivos. Era o ato sexual entre varão e adolescente uma união transcendente, não só agradável. A transmissão da potência por meio do líquido seminal foi considerada necessária. Se o sangue for algo nobre que se transmite de modo mecânico no coito normal, o sêmen, que não era algo repugnante, mas também nobre, sagrado, como que era a semente criativa, devia inocular-se para perpetuar o vigor viril da raça. A mulher dava, junto com o marido, vida e sangue; o herói, o forte, o virtuoso, dava sua potência com sua raiz seminal. É a magia ‘por contato’”[1].
Não há nada de novo debaixo do céu...
[1] Tradução livre do blog. MAZA, Francismo de la. La erótica homosexual em la Grécia y Roma. México, D.F.: Editorial Oásis, 1985, p.12.