quinta-feira, 29 de outubro de 2009

MARINA SILVA: ECOLOGIA COM MENOS ESCATOLOGIA

Por Jones Mendonça


Marina Silva não tem me decepcionado. Dias desses tive a grata oportunidade de vê-la pregar numa Assembléia de Deus sobre preservação do meio ambiente. A Assembléia de Deus, como a grande maioria das igrejas pentecostais, sempre teve um discurso bastante escatológico (ênfase o fim dos tempos), por causa disso pouca importância deu à preservação dos recursos naturais. Marina me surpreendeu com um sermão ecológico baseado na Bíblia, bem ao estilo Leonardo Boff e Frei Beto.


Uma outra postura interessante de Marina foi ter deixado claro que não possui um discurso fundamentalista como ocorre com freqüência entre os políticos evangélicos americanos. Ela deixou isso bem claro quando disse: “Nunca defendi o criacionismo nas escolas”. Concordo com Marina, escola é lugar para ciência, e não para religião, exceto nas aulas reservadas para o tema, ainda assim, sem fazer apologia confessional.


Não acredito que Marina esteja sendo pragmática. Ela é uma mulher inteligente, esclarecida e engajada naquilo que faz. O Brasil precisa de políticos assim. O Brasil precisa de evangélicos assim!


Efatá!