quarta-feira, 20 de outubro de 2010

MANUSCRITOS DO MAR MORTO IRÃO PARA O ARQUIVO DO GOOGLE

O The JC.com publicou uma notícia que certamente vai agradar todos aqueles que se interessam por manuscritos judaicos antigos. A matéria é de Lipman Jennifer, 19 de outubro de 2010. A tradução é do Numinosum:
Os pergaminhos do Mar Morto estarão disponíveis brevemente a qualquer pessoa com uma conexão à Internet.
O motor de busca Google e a Autoridade de Antiguidades de Israel revelaram planos para um arquivo online dos manuscritos, que somam cerca de 900.
As imagens serão exibidas em alta definição, com uma câmera especial que custa mais de £ 157.000, usada para fotografar os pergaminhos. Os organizadores esperam que o site esteja disponível no início de 2011.
Os usuários também serão desafiados pelo “jogo da final”, uma oportunidade de juntar os milhares de pedaços dos manuscritos em um documento virtual.
Os pergaminhos, descobertos em cavernas perto do Mar Morto por pastores beduínos cerca de 2.000 anos depois de enterrados, são os mais antigos registros conhecidos hebraico do Antigo Testamento.
Eles só foram fotografados na sua totalidade uma vez antes. Oito deles estão em exposição em Jerusalém.
Em junho, a Universidade de Cambridge, anunciou planos de digitalizar uma coleção de livros raros, incluindo importantes textos judaicos antigos e manuscritos em hebraico e árabe resgatados de uma sinagoga no Cairo.
Maiores informações e imagens em alta resolução dos pergaminhos podem ser acessados  no site da Israel Antiquities Authority.

Um breve histórico da descoberta dos Manuscritos do Mar Morto pode ser lido aqui.