quarta-feira, 6 de outubro de 2010

PESQUISADORES DA UNIVERSIDADE DE CAMBRIDGE RESSUSCITAM A VOCALIZAÇÃO DO ACADIANO

Por Jones Mendonça

O acadiano era a língua falada na antiga Babilônia e substituiu o sumeriano. O nome da língua deriva da cidade de Acádia, um dos principais centros da civilização mesopotâmica. O acadiano utilizava a escrita cuneiforme, derivada do antigo sumério, uma língua isolada sem qualquer parentesco conhecido. O registro mais antigo em acadiano foi encontrado em Jerusalém em julho de 2010.

A Universidade de Cambridge disponibilizou on line arquivos de áudio em acadiano de alguns dos mais antigos relatos feitos por escrito pelo homem. As leituras incluem algumas versões da  Epopéia de Gilgamesh (relato do dilúvio mesopotâmico), o poema babilônico do justo sofredor (o Jó mesopotâmico), o Enuma Elish (épico babilônico da criação) e a descida de Ishtar ao mundo subterrâneo.   

Para ouvir os relatos em acadiano e lê-los em inglês e acadiano transliterado clique aqui.

Imagem:
Capa do livro: “The epic of Gilgamesh” (O épico de Gilgamesh), por Maureen Gallery Kovacs.