sexta-feira, 29 de outubro de 2010

RABINO OVADIA YOSEF VOLTA A CAUSAR POLÊMICA EM ISRAEL

Ovadia Yosef, líder do partido religioso Shas, voltou a hostilizar estudantes árabes em Safed, no norte de Israel. Sua última declaração, comparando os não judeus a jumentos, desencadeou uma tempestade de controvérsias no Knesset (parlamento de Israel) e o lançamento de pedras no sábado passado em apartamentos de estudantes árabes em Safed.

De acordo com Yosef, a proibição da venda de terras a não judeus encontra base em uma interpretação feita pelo rabino Yosef Caro, autor do século 16 responsável pela da codificação da lei judaica, o Shulchan Aruch.

Em 2001 Yosef chegou a afirmar que é proibido ter piedade dos árabes e que Deus deveria exterminá-los (cf. Folha de São Paulo, em 10/04/2001). Em 2005 disse que o furacão Katrina foi uma punição divina como resposta ao apoio de Bush à retirada israelense da Faixa de Gaza

Leia mais aqui e aqui