quinta-feira, 22 de julho de 2010

SERES HUMANOS E DINOSSAUROS COEXISTIRAM?



Grupos fundamentalistas cristãos, também conhecidos como literalistas bíblicos, defendem que a terra tem apenas 6.000 anos de existência. Eles chegaram a essa conclusão por meio da soma das idades dos patriarcas descrita no capítulo 5 do livro bíblico de Gênesis. O primeiro a apresentar esse cálculo foi o arcebispo Usher, em 1650.

Mas os adeptos da “teoria da terra jovem” se depararam com um grande problema: como explicar os dinossauros, já que a ciência afirma que eles viveram algumas dezenas de milhões de anos antes dos seres humanos?

Recentemente um site fundamentalista apresentou o que seria uma evidência da coexistência dos dinossauros com os seres humanos. Tal evidência provaria que os dinossauros não viveram numa época tão remota como dizem os cientistas. O site divulgou imagens de dinossauros de argila encontrados na cidade de Acambaro, México, datados de 2.500 anos a.C.! Seriam essas imagens feitas por pessoas que viveram ao lado dessas monstruosas e fantásticas criaturas?

O PaleoBabble, site especializado em desmascarar descobertas arqueológicas fraudulentas,  apresentou relatórios de arqueólogos que investigaram o caso. Segue abaixo trecho  de um relatório feito por Alex Pezzati:
“Em 1952, Charles DiPeso (ou Di Peso), um arqueólogo afiliado à Fundação Ameríndia do Arizona, visitou Acambaro e [...] observou duas escavadeiras no local onde foram encontradas as peças. Ele concluiu que as figuras eram realmente falsificações: [...] a estratigrafia da escavação claramente mostrou que os artefatos foram colocados em um buraco escavado recentemente e preenchido com uma mistura das camadas arqueológicas ao redor. DiPeso descobriu também que uma família local tinha sido contratada para confeccionar as  figuras [...] presumivelmente inspiradas nos filmes mostrados no cinema de Acambaro.”
 Você pode ler os relatórios (em inglês - PDF) clicando aqui, aqui e aqui.

Para ler mais sobre o fundamentalismo cristão aqui no Numinosum, clique aqui.