quinta-feira, 29 de julho de 2010

ENCONTRADAS EVIDÊNCIAS DO TERREMOTO CITADO NO LIVRO DO PROFETA AMÓS

O terremoto descrito por Amós (Am 1,1) parece ter deixado evidências arqueológicas num templo filisteu em Gath. O arqueólogo Aren Maeir tem feito escavações na região e encontrou um muro de 20 metros de comprimento que parece ter sido movido lateralmente por cerca de 2 metros. No Blog de Aren Maeir consta o seguinte (a tradução é do Numinosum):
“Depois de discutir isso com os sismólogos foi acordado que este fato poderia ter sido causado apenas por um terremoto, provavelmente um bem forte (cerca de 8 graus na escala Richter). Com base na datação o evento pode ser situado para o início ou meados do século oitavo. Essas evidências podem ser, muito provavelmente, do terremoto mencionado em Amós 1,1 (e talvez também em Isaías 6,4).”
Os dois textos bíblicos citados por Maeir são os seguintes:
"As palavras de Amós, que estava entre os pastores de Tecoa, o que ele viu a respeito de Israel, nos dias de Uzias, rei de Judá, e nos dias de Jeroboão, filho de Joás, rei de Israel, dois anos antes do terremoto" (Am 1,1).
“E as bases dos limiares moveram-se à voz do que clamava, e a casa se enchia de fumaça” (Is 6,4).
Para visitar o Blog de Aren Maeir e ler o texto completo (com fotos em alta resolução), clique aqui.

A notícia também foi divulgada no The Jerusalem Post e no Maariv.

Imagem: Maariv (em destaque as bases de duas colunas do templo filisteu)