segunda-feira, 14 de junho de 2010

O ESTRANHO CASO DE JÓ 2,9: BÊNÇÃO (BARAK) OU MALDIÇÃO (QALAL)?

Por Jones Mendonça

No livro de Jó há um caso muito singular onde uma palavra hebraica é intencionalmente traduzida pelo seu significado oposto. Antes de partir para a explicação desse caso tão estranho e enigmático, é preciso ler alguns textos desse livro que é um dos mais belos exemplos da sabedoria hebraica.

A história é bem conhecida, Jó, um servo fiel e justo, tem sua vida posta ao avesso após ser atingido pelas mais terríveis desgraças. Tudo começa após Satanás pôr em dúvida a fidelidade desse servo de Deus, que era rico, saudável e possuidor de uma bela família. Satanás argumenta que Jó só é fiel por causa das bênçãos (barak) que Deus lhe concedeu:
Abençoaste (barak=bênção) a obras das suas mãos e seus rebanhos cobrem toda a região (Jó  1,10).
No versículo acima a palavra hebraica barak foi traduzida de acordo com o seu sentido original, bênção. Mas note que no texto abaixo essa mesma palavra recebe um significado completamente oposto. Neste texto Jó está justificando os holocaustos diários que fazia:
Talvez meus filhos tenham cometido pecado, maldizendo (barak=bênção) a Deus em seu coração (Jó  1,5).
Ora, traduzir barak por bênção neste texto não faz nenhum sentido. Como os filhos de Jó poderiam ter cometido pecado contra Deus lhe bendizendo? O texto hebraico traz “bênção”, mas a tradução traz “maldição”. Estranho! Um outro exemplo é a frase dita pela mulher de Jó, que após não ver mais esperança para seu marido diz:
Amaldiçoa (barak) teu Deus e morre duma vez!” (Jó 2,9). 
Como no texto anterior, o contexto pede a palavra maldição e não bênção. Mas porque os tradutores não foram fiéis ao texto hebraico?

A explicação mais provável é a de que os copistas judeus tenham trocado a palavra original para que o nome de Deus (Elohim) não ficasse ao lado da palavra maldição (qalal). Assim, ao invés da forma original e mais antiga do texto, qalal elohim vamut (amaldiçoa teu Deus e morre), surge a forma barak elohim vamut (abençoa teu Deus e morre). Os tradutores, percebendo essa adulteração intencional, retornaram ao que seria a forma original do texto.

Na imagem abaixo vemos o texto de Jó 2,9 em hebraico, onde a palavra barak (em vermelho=bênção) aparece ao lado da palavra elohim (em azul=Deus):

Essa forma, presente nos atuais manuscritos disponíveis, seria uma adulteração do texto original perdido.

Sei que algumas pessoas tem muita dificuldade em aceitar que um copista tenha tido coragem para mudar palavras do texto bíblico já que é famoso o extremo zelo que tinham pelas Escrituras Sagradas. Mas ao que parece o zelo pelo nome divino era algo que estava acima de qualquer coisa.

Para ler mais curiosidades sobre o texto bíblico, clique aqui.

2 comentários:

  1. alguen poderia amaldiçoar á Deus ou está de forma literatica

    ResponderExcluir
  2. Se no original esta abencoa nao pode ser mudado por amadicoa,para o portugues porque toda palavra e divinamente inspirada por DEUS.

    ResponderExcluir