quinta-feira, 15 de abril de 2010

TODAS AS SEITAS GNÓSTICAS ERAM DUALISTAS?

A grande maioria dos livros enfatiza que o gnosticismo era uma seita que tinha como característica principal o dualismo. Segundo Elaine Pagels não é bem isso o que mostram os documentos antigos:

“Clemente de Alexandria [...] relata que havia uma ‘gnosis monádica’; e as descobertas de Nag Hammadi também revelam que o gnosticismo valentiano – a forma mais influente e sofisticada de ensinamento gnóstico e a que mais ameaçava a igreja – diferia bastante do dualismo”[1].

Elaine Pagels é professora de religião na Universidade de Princeton e Ph.D. da Universidade de Harvard.


Imagem:
Capa do livro "As origens de Satanás", de Elaine Pagels.

Nota:
[1] PAGELS, Elaine. Os evangelhos gnósticos. Tradução de Maria Motta. Rio de Janeiro: Objetiva, 2006, p.33.