segunda-feira, 12 de abril de 2010

EXÉRCITO DE ISRAEL QUER EXPULSAR PALESTINOS DA CISJORDÂNIA

O jornal israelense Haaretz (A terra) divulgou hoje que uma nova ordem militar entrará em vigor nesta semana, permitindo que o exército deporte dezenas de milhares de palestinos da Cisjordânia.  Segundo o jornal, a ordem tem a assinatura do major-general Gadi Shamni, comandante da Forças Armadas de Israel na Judéia e em Samaria. 

O Haaretz classificou essa medida como “um grave e perigoso movimento, sem precedentes durante a ocupação israelense”.

O chefe da OLP (Organização para a libertação da Palestina), Saeb Erekat, emitiu uma declaração oficial condenando a medida. Em sua opinião essas ordens geram um Estado de apartheid e transformam os palestinos em criminosos em suas próprias casas. 

Na manhã de hoje uma sirene soou em Israel, lembrando o triste episódio do holocausto, onde milhares de judeus foram vítimas de preconceito, violência e humilhação.

Penso que Israel deve se lembrar do holocausto não como uma agressão contra os judeus, mas contra a vida humana. É preciso refletir se o que tem sido feito com os palestinos hoje é muito diferente do que foi feito com os judeus sob o governo nazista.

Efatá!