segunda-feira, 19 de abril de 2010

FLÁVIO JOSEFO, TRAIDOR OU HERÓI?

SEWARD, Desmond. O traidor de Jerusalém: Josefo, Massada e a queda da Judéia. Cambridge, MA: Da Capo Press, 2009.

O historiador judeu Flávio Josefo foi herói ou traidor na grande revolta contra Roma intitulada “A Guerra Judaica” (66-70 d.C.)?  

O autor de um livro lançado no ano passado argumenta que Josefo, longe de ser um traidor, fez o melhor que pôde para salvar a Judéia da catástrofe inevitável. Ele concorda com São Jerônimo, que colocou Josefo em pé de igualdade com o grande historiador romano Tito Lívio. Apesar de reconhecer que Josefo era vaidoso e sem escrúpulos, Seward o admira por sua inabalável crença no destino da sua fé e de sua nação. Para Seward não há como negar que ele foi um oportunista, no entanto ele procurou defender, à sua maneira, os melhores interesses do seu povo.

Mais informações: Biblical Archaeology  Review