quarta-feira, 27 de julho de 2011

A DESCIDA DE CRISTO AO INFERNO [APÓCRIFO]

A Descida de Cristo aos infernos (também conhecido como Evangelho de Nicodemus), obra de 11 capítulos e escrita provavelmente no século II (redação final no século V), narra, como sugere próprio o título, a curta estadia de  Cristo no hades. O relato teria sido escrito por algumas pessoas que ressuscitaram juntamente com Cristo (cf. 1,3).

Na história, Satanás dialoga com o inferno e lhe pede que mantenha Jesus bem preso assim que entrar em seus domínios. O inferno fica com medo, pois se lembra muito bem de ter perdido há pouco um tal Lázaro, que escapou de suas mãos após Jesus ter dito umas simples palavras.  Quando Cristo finalmente aparece, após ter expirado na cruz, o inferno diz a Satanás tremendo de medo: “se és capaz, enfrenta-o”(5,1). O resultado da ousadia de Satanás é previsível: ele é derrotado por Jesus e amarrado com correntes por dois anjos. Ficará assim até o retorno de Cristo. 

No fim da história o diabo ainda tem que ouvir um sermão do inferno, que o acusa de ter sido tolo ao enfrentar o Rei da Glória. Para ilustrar essa história bizarra, uma tela de Vittore Carpaccio - “A morte de Cristo” – 1520. 

Clique para ampliar (1147x900)