sábado, 11 de fevereiro de 2012

QUANDO O "PAPEL" É MUITO MAIS QUE "PAPEL"

Foto: The Big Picture
Para alguns, apenas mais um pedaço de papel em meio aos escombros do tsunami que assolou parte do Japão. Para Chieko Matsukava é o certificado de formatura de sua filha. O papel desencadeia boas lembranças  em Chieko. Sim, ele é mero mediador. Mas na mente dos humanos isso geralmente não fica muito claro. Para você, apenas papel. Para Chieko, lembranças que acariciam seu coração, lágrimas que enchem seus olhos. 

Na missa católica acontece algo semelhante. Durante a eucaristia, quando o cálice é elevado acima dos fiéis, ele se torna, de acordo com o dogma católico, o próprio sangue do Crucificado. Cristo torna-se presente entre os fiéis por meio do vinho tornado sangue. Daí a adoração que merece receber. 

Na religião ou na vida cotidiana: papel é mais que papel, vinho é mais que vinho. Assim é o ser humano...



Jones F. Mendonça