sexta-feira, 19 de agosto de 2011

YAM SUF: MAR VERMELHO OU LAGOS AMARGOS?

Li há alguns anos "Os milagres do Êxodo", escrito pelo cientista inglês Colin Humphreys. Dentre os vários temas abordados no livro, há uma discussão sobre o local onde teria sido realizada a travessia milagrosa (mar ou lago?). O autor defende que apesar do texto hebraico indicar o local da travessia como "yam suf" (em hebraico, mar ou lago dos juncos, um local indeterminado), há vários indícios que sugerem ser o Mar Vermelho o local correto (apesar de não nascerem juncos em água salgada). Seu primeiro argumento baseia-se no fato da Septuaginta (II/III séc a.C.) ter traduzido o termo hebraico por "thalasse" (mar) e o Novo Testamento por "eruthra thalasse" (Mar Vermelho). Em seguida ele tenta provar que havia uma fonte de água doce próximo ao golfo de Aqaba, o que permitiria o crescimento de juncos. O livro contém inclusive algumas fotos do suposto local onde cresciam os juncos. Por fim ele explica que o termo hebraico "yam suf" reaparece em 1Rs 9,26 como local utilizado por Salomão para construir seus navios. Ninguém em sã consciência, explica o autor, construiria navios em lagos. 

Quem segue a linha minimalista certamente achará o livro uma perda de tempo. Mas como por aqui navegam minimalistas e maximalistas,  indico um artigo escrito neste mês (08/2011) no The Bible and Interpretation por ninguém menos que Colin Humphreys, nosso empenhado cientista inglês. 

Leia o artigo aqui (traduzido pelo Google).
Leia o artigo aqui (em inglês).