domingo, 27 de março de 2011

HOLI, O FESTIVAL DE CORES E ALEGRIA DO HINDUÍSMO

Devotos hindus celebrando o Holi em Vrindavan, 19/03/11
Foto via Big Picture

Celebrado em março ou abril, de acordo com o calendário hindu, o festival da primavera da Índia, o Holi, é comemorado com muitas cores e alegria. A festa, que parece ter origem num antigo ritual de fertilidade, é explicada num curioso mito: Tudo começou com a arrogância do rei Hiranyaskapishu, após exigir culto aos seus súditos. Permanecendo fiel aos deuses do hinduísmo, seu filho Prahlada foi lançado numa fogueira por sua malvada irmã Holika, que atendera ao pedido de seu pai. O que Holika não sabia é que ao passar pelas chamas juntamente com outra pessoa seus poderes ficavam enfraquecidos. O herói Prahlada passou intacto louvando seus deuses enquanto Holika morreu nas chamas. Na noite de Holi uma boneca da bruxa Holika é queimada. No dia seguinte as pessoas vestem roupas velhas e atiram água e pós coloridos umas nas outras. Quando anoitece todos se confraternizam com um feliz Holi.

Confesso que adoro esses mitos antigos. Mas eles ficam chatos quando alguém resolve historicizá-los. Uma pena... Certa vez perguntaram a um velho Xamã qual a teologia ou filosofia de sua religião. Sua resposta: não tenho filosofia ou teologia, eu apenas danço!

Belíssimas fotos do Holi deste ano aqui