sábado, 16 de janeiro de 2010

UM COMENTÁRIO A RESPEITO DA DESCOBERTA DE MANUSCRITOS EM PROTOCANANEU

Por Jones Mendonça

Li a notícia da descoberta de fragmentos de cerâmica em protocananeu em vários meio de comunicação. Análises feitas em laboratório mostram que são do século 10 a.C. Tem me chamado atenção o trecho abaixo, repetido na maioria dos noticiários com pequenas variações:
“Em comunicado, a Universidade de Haifa afirma que ‘a descoberta de um exemplo tão antigo de escrita hebraica torna possível que a Bíblia tenha sido escrita vários séculos antes das estimativas atuais (grifo nosso)’".

Ora, se os fragmentos são do século 10, isso apenas confirmaria o que vinha sendo dito pela maioria dos especialistas a respeito dos primeiros registros religiosos dos hebreus feitos por escrito.
Assim, de boca em boca, transmitida oralmente, começaram a preservar e enriquecer as tradições históricas de Israel. Até que surgiu uma classe mais culta, em torno da corte de Jerusalém, no século X a.C. [...] Todos eles começam a usar a escrita"[1].

Com a monarquia, listas de governadores, registros ligados à construção do templo e do palácio real começam a ser necessários. As tradições religiosas, antes transmitidas oralmente, começavam a ganhar uma forma escrita. Mas como o fragmento de cerâmica foi achado longe da corte, isso poderia ser uma evidência de que entre os escribas de Jerusalém a escrita já vinha sendo praticada há algum tempo.


[1] Tradução livre do Blog. No original: “Así, de boca em boca, transmitidas oralmente, comenzaram a conservarse y enriquecerse lãs tradiciones históricas de Israel. Hasta que surgió uma classe más culta, em torno de La corte de Jerusalém, en el ciclo X a.C. [...] todos ellos comienzan a usar la escritura”. SICRE, José Luis. Introduccion al Antiguo Testamento. Estella: Verbo Divino, 2000, p.65.