sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

DOIS PESOS, DUAS MEDIDAS

Quando a esquerda israelense se opôs aos “métodos de interrogatório não convencionais” contra palestinos suspeitos de terrorismo, a direita classificou o protesto como traição. Agora, quando os mesmos métodos são usados contra um suspeito judeu, a mesma direita faz alarde dizendo que os interrogatórios dirigidos pelo Shin Bet são desumanos.

Leia no J. Post.



Jones F. Mendonça