terça-feira, 20 de setembro de 2011

AINDA A PALESTINA

Os Estados Unidos certamente irão vetar a proposta de adesão de um Estado palestino ao Conselho de Segurança da ONU. O plano "B" é recorrer à Assembleia Geral da ONU solicitando o estatuto de "Estado Não- Membro" (como o Vaticano). Neste caso os Estados Unidos não tem o direito de veto. Caso tal pedido seja aceito os palestinos poderão recorrer ao Tribunal Internacional de Haia, na Holanda. As consequencias da ocupação de suas terras por Israel e as violações dos direitos humanos poderiam ser denunciadas pela liderança palestina. 

A desculpa que os Estados Unidos encontrou para vetar a aceitação do Estado Palestino é que a solução para o conflito deve ser encontrada por meio da negociação. O problema é que os palestinos já esperaram tempo demais.  Os Estados Unidos querem proteger Israel, a liderança palestina não se entende, Israel não aceita a divisão da terra conforme determina a resolução de 67 e os países europeus ficam em cima do muro. Enquanto isso os palestinos continuam vivendo em condições sub-humanas. Sem terra, sem soberania, sem dignidade. 


Jones F. Mendonça