quinta-feira, 19 de agosto de 2010

70% DOS AMERICANOS ACHAM QUE CONSTRUÇÃO DE MESQUITA EM NOVA YORK SERIA UM INSULTO ÀS VÍTIMAS DO 11/SET

Por Jones Mendonça

Uma pesquisa da Research Institute Siena constata que 63 por cento dos nova-iorquinos se opõem ao projeto de construção de uma mesquita próxima ao Marco Zero, em Nova York. Ainda segundo a mesma pesquisa apenas 27 por cento apóiam o projeto. A informação foi divulgada pelo The Jerusalém Post.

Na Semana Passada, o presidente Barack Obama saiu em defesa da liberdade religiosa assegurada pela Constituição Federal. A frase abaixo foi publicada no The Times da Índia:
“Os muçulmanos tem o mesmo o direito de praticar sua religião como qualquer outra pessoa neste país”, disse Obama. 
Greg Palast faz uma série de perguntas aos que alegam que a construção da mesquita é uma afronta aos familiares dos mortos pelos terroristas muçulmanos em 11 de setembro de 2000. Transcrevo abaixo duas delas. A tradução é do Numinosum:
Dado que a supremacia branca e cristã Tim McVeigh bombardeou o edifício federal de Oklahoma City, não devemos proibir igrejas brancas em Oklahoma?
Como milhares de  indígenas morreram em Nova Iorque quando a cidade foi invadida por colonos cristãos, não devemos proibir a construção de igrejas cristãs na região?
Você pode ler uma entrevista (em inglês) publicada pelo Haaretz com o desenvolvedor do projeto da mesquita clicando aqui.

Imagem: ABC News