terça-feira, 10 de outubro de 2017

REFORMA, GRAÇA E PROSPERIDADE

Muita gente evoca a teologia dos reformadores para criticar a teologia da prosperidade. Mas não foram justamente os calvinistas a defenderem a riqueza e a prosperidade econômica como sinal da graça divina? Na Europa o calvinismo foi o cavalo da burguesia.



Jones F. Mendonça