terça-feira, 22 de setembro de 2015

SUBTERRÂNEOS DO INCONSCIENTE

Afundou-as no esconderijo da derme,
na confusão das memórias,
sob escudos impérvios,
em quietude abismal.

Mas era memória viva,
agonia explosiva,
lembrança ativa,
prisão em convulsão.

Ao toque do sino,
sob branda brisa,
expandiu fronteiras
com o vigor de mil sóis.


Jones F. Mendonça