quinta-feira, 13 de agosto de 2015

AS MULHERES, O CICLO MENSTRUAL E AS ABELHAS

Pesquisa que vou fazendo a respeito do papel reservado à mulher nas religiões e culturas do mundo. Abaixo trechos sobre o ciclo menstrual:

Na Bíblia hebraica: “Se um homem coabitar com ela, e a sua menstruação estiver sobre ele, será imundo por sete dias; e toda cama sobre que ele se deitar será imunda” (Lv 15,24).

No Talmude: "Se uma mulher menstruada passa entre dois [homens], se for no início de sua menstruação, ela vai matar um deles, e se for no final de sua menstruação, ela vai causar discórdia entre eles "(b. Pesah. 111a);

No Corão: “Então, apartai-vos das mulheres durante a menstruação, e não vos unais a elas até se purificarem. E, quando se houverem purificado, achegai-vos a elas por onde Allah vos ordenou. Por certo, Allah ama os que se voltam para Ele arrependidos, e ama os purificados”(2,222).

No código de Manu (hindu): “Porque perecerão a sabedoria, a energia, a força, a vista, e a vitalidade de um homem que se aproxima de uma mulher coberta com excreções menstruais” (4,41).

Na teologia católica medieval (Tomás de Aquino): “o olhar de uma mulher menstruada pode rachar e embaçar um espelho” (Aquino, Liber de veritate catholicae fidei contra errores infidelium seu summa contra gentiles).

Para encerrar, a opinião de Plínio, o velho (23-79 d.C.):Na realidade, seria uma questão difícil encontrar algo capaz de produzir efeitos tão maravilhosos quanto o fluxo menstrual. Diante da aproximação de uma mulher neste estado o leite se tornará azedo, sementes tocadas por ela se tornarão estéreis, enxertos definharão, plantas de jardim secarão e o fruto da árvore sob a qual ela se senta cairá. Seu olhar tornará escuro o brilho de espelhos, sem corte o fio da navalha, sem lustro o marfim. Um enxame de abelhas, se encarado por ela, morrerá imediatamente; cobre e ferro vão se tornar instantaneamente enferrujados, produzindo um odor repugnante” (Plin. Nat. 7.13).


Jones F. Mendonça