sexta-feira, 14 de março de 2014

PHARISAEI HYPOCRITAE

O sujeito se considera o defensor da moral e dos bons costumes. Condena a corrupção, a lei que descriminaliza o aborto, a união civil entre pessoas do mesmo sexo, etc. Faz “denúncias” com muito entusiasmo e impecável retórica. Mas esse mesmo sujeito compartilha nas redes sociais, sem qualquer senso crítico, frases falsamente atribuídas aos que apoiam ideias que tanto se dispõe a combater. Difunde uma notícia falsa e é condenado pelos mesmos textos religiosos que emprega para desaprovar seus adversários. E ainda bate no peito orgulhando-se de sua pureza.



Jones F. Mendonça