segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

DAVI CONTRA GOLIAS

Esquerda: palestino atirando pedras. Ao fundo o assentamento israelense.
Direita: militares israelenses
Desde 2009 os habitantes de Nabi Saleh protestam contra o roubo de suas terras por colonos israelenses. Cerca de 13% da população local já foi detida por participar dos protestos pacíficos, considerados ilegais por Israel (incluindo 29 crianças e quatro mulheres). Na última sexta-feira (09/12/11), um grupo de moradores e ativistas internacionais e israelenses organizou um novo protesto e marchou em direção a terra usurpada pelo assentamento israelense de Halamish. Um dos manifestantes, Mustafá Tamini, 28, perseguiu uma viatura militar blindada para atirar pedras. Um soldado israelense que estava na viatura abriu a porta e atirou uma granada de gás lacrimogênio diretamente no seu rosto. Mustafá não resistiu aos ferimentos e morreu. Abaixo algumas fotos via Aljazeera (veja também no Haaretz):