terça-feira, 5 de abril de 2011

GIANNI VATTIMO E NIETZSCHE

“Não existe verdade objetiva em parte nenhuma; não há ninguém que veja a verdade sem ser com os olhos, e os olhos são sempre os olhos de alguém. Se quero arrancar os olhos para ver as coisas como realmente são, não vejo mais nada[1]”.
[1] Gianni Vattimo  - O niilismo como resistência – Folha de São Paulo, 02 de junho de 2002.