quarta-feira, 15 de setembro de 2010

TIME: “POR QUE ISRAEL NÃO SE IMPORTA COM A PAZ”.

A ADL [1] instou os editores da revista Time a pedirem desculpas pelo conteúdo de uma matéria publicada neste mês. De acordo com a matéria os israelenses estão mais preocupados em ganhar dinheiro do que com a paz e a segurança. A ADL interpretou essa afirmação como sendo anti-semita, já que estaria utilizando um velho estereotipo que coloca os judeus como sendo pessoas obcecadas por dinheiro. Para quem não sabe o governo e algumas instituições de Israel consideram anti-semita qualquer crítica dirigida ao povo judeu ou ao governo de Israel.

Uma pesquisa feita pelo jornal israelense Maariv parece confirmar que a paz com os palestinos não é uma prioridade do povo israelense. Veja os resultados:
Educação-36%, o Irã ameaça 13%; a guerra contra a corrupção 12,7%; paz com os palestinos, 11,3% acidentes de trânsito, 11,2%; lidar com a pobreza, 7,9%
Essa pesquisa confirma que o conflito com os palestinos não é considerado prioridade pelo povo de Israel (apenas 12,7%), por outro lado mostra que a principal preocupação é com a educação (36%) e não com a economia.

Thomas L. Friedman, colunista do The New York Times, utilizando informação dada pelo Haaretz disse que o número de milionários israelenses aumentou 43 por cento entre 2008 e 2009. É realmente um crescimento espantoso!

Um resumo da matéria da Time pode ser lida aqui.

Nota:
[1] A Liga Anti-Difamação (ADL), fundada em 1913, é a organização líder mundial na luta contra o anti-semitismo através de programas e serviços que combatem o ódio, o preconceito e a intolerância.