terça-feira, 23 de junho de 2015

SÉRIE ”REFORMADORES”: PEDRO VALDO E OS POBRES DE LYON

Se você quer entender o que foi a Reforma protestante precisa voltar aos séculos XII e XIII, quando um comerciante bem sucedido de Lyon chamado Pedro Valdo (1140-1217) fundou uma comunidade cristã pobre e missionária (aparentemente inspirado em Mt 19,21). Diante das críticas cada vez mais ferozes à rica e poderosa Igreja Romana, os seguidores de Pedro Valdo foram excomungados em 1184 e passaram a ser duramente perseguidos pela Inquisição ao lado dos cátaros. 

O grupo dissidente ficou conhecido como “os pobres de Lyon”, sendo mais tarde - após a morte de seu líder - batizados como “valdenses”. Também alimentando o desejo por um cristianismo mais simples, fazendo votos de pobreza e voltados à esmola e auxílio aos pobres, surgiram ordens mendicantes como franciscanos, dominicanos e carmelitas. Estes, no entanto jamais romperam com a igreja. O nascimento de grupos dissidentes como cátaros e valdenses e das ordens mendicantes fiéis à liderança romana reflete o clima de insatisfação dos fiéis com a igreja cristã oficial. Estes são alguns dos primeiros sintomas de uma doença que corroía a Igreja e que seria capaz de dividi-la de forma dramática e definitiva no século XVI.  

Além da exaltação do ideal de pobreza, os valdenses rejeitavam a hierarquia (criaram uma hierarquia eclesial própria), a eucaristia romana (negavam a transubstanciação), as orações aos santos, as indulgências, o Purgatório, a missa dos defuntos, etc. Antecipando-se em alguns séculos a Lutero, os valdenses traduziram a Bíblia para o provençal (idioma falado na França). Embora tenham sido sufocados pela Igreja, as ideias dos valdenses se espalharam pela Europa, reaparecendo, por exemplo, nos discursos de John Wyclif (1320-1384) e Jan Hus (1369-1415). 

Atualmente tem sido feitos esforços na tentativa de reaproximação entre católicos e valdenses (aqui e aqui). Em sua “cruzada” ecumênica, o Papa Francisco visitou, em 22/06/2015, um templo valdense em Turim, construído em 1853. Um vídeo mostrando o encontro histórico entre lideranças valdenses e o Papa pode ser visto aqui


Jones F. Mendonça