quinta-feira, 28 de agosto de 2014

PIETER BRUEGEL E A VIDA CAMPONESA

O padrão era retratar a nobreza, o clero e as cenas religiosas, e então surge Pieter Bruegel (1525-1569) revelando a vida camponesa com suas alegrias, tristezas, paixões, dramas e o eterno conflito entre o prazer e a castidade num mundo governado sob cetro de ferro do cristianismo. A tela abaixo mostra crianças brincando (sim, houve um tempo em que elas brincavam...).

Mais de Bruegel aqui (clique em "search" e digite “Bruegel” no espaço “author”:


Jones F. Mendonça