segunda-feira, 7 de julho de 2014

BOBINHO AO CUBO

Zé Bobinho quer demonstrar que o cristianismo dos primeiros séculos não era sexista. Começa seu texto dizendo que o termo “sexismo” foi cunhado em meados do século XX, logo não poderia haver sexismo nos primeiros séculos. Cita quatro autores defendendo essa tese (três deles são americanos).

Constrói seu texto citando e citando e citando autores diversos. Não transcreve nem analisa textos escritos no período patrístico, mas apenas as opiniões dos “especialistas”: “os Pais da Igreja davam grande valor à mulher”, diz o primeiro.  “As mulheres sempre desempenharam um papel importante na educação cristã”, diz o segundo. Acha que seu trabalho ficou muito bem fundamentado.

É ou não um bobinho ao cubo?



Jones F. Mendonça