quarta-feira, 4 de abril de 2012

UT-NAPISHTIM, O NOÉ SUMERIANO

O Noé sumeriano narrado na epopeia de Gilgamesh:
Carreguei tudo o que tinha semente de vida. Levei à arca toda a minha família e meus parentes. Animais selvagens, animais domésticos, levei para a arca todos os operários. Entrei na arca e fechei  a porta. [...] Seis dias e seis noites choveu como se fosse uma cachoeira. No sétimo dia o dilúvio se acalmou [...]. Todos os homens estavam cobertos de lama.
O motivo do dilúvio, neste caso, foi que os homens perderam o costume de oferecer sacrifício aos deuses. Ut-napishtim foi salvo por Ea, deus da sabedoria.

Abaixo uma “foto” do Noé sumeriano dentro da arca:


A imagem no contexto original: G. Maspero. History of Chaldea, Volume 3, Parte A.