sábado, 9 de janeiro de 2016

SOBRE JUDEUS, SULTÕES E PAPAGAIOS DE PIRATA

Quando os judeus fugiram da inquisição espanhola, no final do século XV, foram recebidos e protegidos por Bayazid II, sultão (ou califa) do Império Otomano. Aliás, o sultão fez questão de dizer que a Europa cristã estava perdendo gente de primeiríssima qualidade.

Qual a importância disso? Quando alguém vier com essa conversa de que os judeus são inimigos eternos dos muçulmanos, peça licença e saia de fininho, porque esse sujeito é um papagaio de pirata dotado de bico, penas e chapeuzinho com ossos.



Jones F. Mendonça