sábado, 11 de abril de 2015

ZÉ BOBINHO E LUTHER KING

Tese do Zé Bobinho: "a melhor maneira de combater o racismo é não falar sobre ele". Puxa, deviam ter dito isso para o Luther King. Perdeu um tempo danado discursando, fazendo passeatas. Até morreu pela causa. Podia ter permanecido entre os muros da igreja, quem sabe discutindo o sexo dos anjos ou a intensidade do brilho do ouro celeste. Teria salvado sua vida! Mas não, cismou de sair por aí denunciando a segregação racial. Zé Bobinho é realmente um cara genial. Demonstrou como foi inútil o ativismo do pastor batista.


Jones F. Mendonça