domingo, 23 de fevereiro de 2014

VERSUS AVESTA

Para uns: polícia “do mal” versus manifestantes “do bem”. Para outros: heróis fardados versus turba de bandidos em desordenada exibição.

Rasas simplificações. Retórica perversa que ilude incautos. Lógica medíocre semeada e cultivada no universo digital. Discursos hiperbólicos num mundo bi-polarizado.

Curtir, compartilhar, incitar, enganar, atacar, mentir, dissimular. Cizânias sem fim.  Prédica rota num mundo em constante convulsão.

Brasil seccionado, transmutado, transversalizado pelo fluxo contínuo de ideologias que se revezam no vale do Amargedom.

Triste legado de Maniqueu!


Jones F. Mendonça