domingo, 27 de fevereiro de 2011

O ÓCIO CRIATIVO

Um dos meus passatempos prediletos da minha infância era desenhar. Cresci e continuei com essa prática. Enquanto aluno do curso de teologia (2006-2009) matava o tempo fazendo uns rabiscos na capa do meu caderno. Este abaixo, reprodução de um desenho observado numa revista, nunca foi concluído. Penso que algumas vezes caminhar é mais divertido que chegar ao destino. 


Desenho bizarro feito em momentos de ociosidade
(caneta BIC preta sobre papel velho - 2008).