sábado, 19 de maio de 2012

ÓSTRACO DE QEIYAFA: A MAIS ANTIGA INSCRIÇÃO EM HEBRAICO?

Um dos argumentos utilizados por Garfinkel para sustentar que a fortaleza de Qeiyafa foi habitada por israelitas é uma inscrição num caco de cerâmica, datada para o século X, supostamente redigida em hebraico. Num artigo publicado na ASOR (14/05/12), Christopher Rollston apresenta seis razões para discordar desse posicionamento. 

Leia o artigo já traduzido pelo Google aqui
Em inglês, aqui

Para conhecer uma defesa de que a inscrição foi feita em hebraico (e que se refere a Saul!), clique aqui


Jones F. Mendonça