quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

500 ANOS DA REFORMA (FILME COMENTADO - CENA 1)



O pai, homem severo, queria que ele fosse advogado. Formou-se em 1505. Mas uma experiência aterrorizante durante uma tempestade – quase foi atingido por um raio – mudou o rumo de sua vida. Fez uma promessa a Santa Ana: caso sobrevivesse, se tornaria monge. Foi ordenado em 1507 contra a vontade do pai.

No mês seguinte, durante a celebração da primeira missa e contando com a presença do pai, Lutero foi tomado pelo terror: o vinho na taça elevado acima de sua cabeça tornava-se, segundo a crença católica, o sangue do próprio Cristo. Como nem as mais severas penitências eram capazes de fazê-lo sentir-se perdoado, não suportou o peso da missão.




Jones F. Mendonça