quinta-feira, 29 de setembro de 2016

O SALMO 45 E A LETRA OCULTA

Alguns textos da Bíblia foram construídos de maneira muito curiosa: cada verso (ou grupo de versos, como o Sl 119 ou Lm 3) começa com uma letra do alfabeto hebraico (álef, bet, guímel...). Você só perceberá essa peculiaridade numa Bíblia hebraica, claro.

O fenômeno, que aparece principalmente nos salmos, é chamado de acróstico alfabético. Mas no Sl 145 a sequência de letras é interrompida pela ausência da consoante “nun” (equivale ao nosso “n”). Há quem pense que o verso acabou sendo omitido por descuido por algum copista. A evidência disso seria a presença do verso iniciado com o “nun”, “preservada” em manuscritos encontrados em Qumran. Será?

Para o By Mitchell First, em texto publicado no Jewish Link, a omissão é intencional e o verso de Qumran seria um acréscimo feito por alguém incomodado com a ruptura na sequência alfabética.


Jones F. Mendonça