terça-feira, 13 de outubro de 2009

QUAL A ORIGEM E SIGNIFICADO DA EXPRESSÃO “ADVOGADO DO DIABO” (advocatus diaboli)?

Por Jones Mendonça

De acordo com o canonista Prospero Lamertini[1], que viria a se tornar mais tarde o Papa Benedito XIV:
É [o papel do promotor da fé] examinar criticar a vida e os milagres atribuídos ao indivíduo para sua santificação ou bênção. Como essa apresentação dos fatos inclui tudo o que é desfavorável ao candidato, o promotor da fé é popularmente conhecido como advogado do diabo (grifo nosso). Seu dever exige que ele prepare por escrito todos os possíveis argumentos, mesmo que às vezes isso pareça estar contra a ascensão do postulante”[2].
Quem diria, o termo possui origem religiosa. Sempre pensei que essa expressão fosse “coisa de advogado”... (com todo o respeito que dedico a eles).

Quer saber mais a respeito do processo de canonização e do papel desempenhado pelo “advogado do diabo”. Clique aqui, ou leia o texto abaixo.

Notas:
[1] Nomeado “Promotor de fé”, em 1708. Eleito Papa em 17 de agosto de 1740.
[2] Citado por: Ayres, Ian. Super Chunchers: porque pensar com números é a nova maneira de ser inteligentes. Tradução de Marcelo Barbão. São Paulo: Ediouro, 2008. pp. 192-193.