sexta-feira, 16 de outubro de 2009

PEDOFILIA É COISA VELHA...

Por Jones Mendonça

Constantemente ouço pessoas dizerem que vivemos numa época cuja imoralidade extrapolou todos os limites. “Antigamente não se via isso” dizem os mais ingênuos referindo-se ao homosexualismo e à pedofilia. Mais tais comportamentos já eram notados na Grécia e em Roma, como destaca Francismo de la Maza, na sua obra “La erótica homosexual em la Grécia y Roma”:
“Os dórios sentiram e converteram sua bissexualidade em algo mágico-religioso, como muitos ou todos outros povos primitivos. Era o ato sexual entre varão e adolescente uma união transcendente, não só agradável. A transmissão da potência por meio do líquido seminal foi considerada necessária. Se o sangue for algo nobre que se transmite de modo mecânico no coito normal, o sêmen, que não era algo repugnante, mas também nobre, sagrado, como que era a semente criativa, devia inocular-se para perpetuar o vigor viril da raça. A mulher dava, junto com o marido, vida e sangue; o herói, o forte, o virtuoso, dava sua potência com sua raiz seminal. É a magia ‘por contato’”[1].
Não há nada de novo debaixo do céu...
[1] Tradução livre do blog. MAZA, Francismo de la. La erótica homosexual em la Grécia y Roma. México, D.F.: Editorial Oásis, 1985, p.12.