quarta-feira, 28 de outubro de 2009

LUTERANOS BUSCAM RECONCILIAÇÃO COM MENONITAS

O site Christian Today noticiou, em 27 de outubro de 2009, a disposição da Federação Luterana Mundial de promover a reconciliação entre luteranos e os menonitas (um ramo dos anabatistas, grupo religioso surgido na Europa após a reforma protestante).

A votação unânime a favor da declaração foi recebida pelo secretário-geral da Conferência Mundial Menonita, o Rev. Dr. Larry Miller. O processo para a reconciliação entre a Federação Luterana Mundial e o a Conferência Mundial Menonita está em andamento desde 1980, quando, durante o 450º aniversário da Confissão de Augsburgo representantes das igrejas menonitas questionaram como se poderia juntar celebrações de um documento que condenava os anabatistas e os seus ensinamentos.


O principal ponto de discórdia entre os menonitas e seus perseguidores era o batismo infantil. Os menonitas acreditam que a igreja deve ser formada a partir de membros batizados voluntariamente. Isso não era tolerado pelo Estado, nem pela igreja católica nem pela igreja protestante oficial da época. Os Amish, famosos por se recusarem às inovações tecnológicas como automóvel e luz elétrica, são um grupo dissidente dos menonitas.