domingo, 4 de outubro de 2009

LANÇADA A EDIÇÃO DE ESTUDO DO NOVO TESTAMENTO VERSÃO KING JAMES

Por Jones Mendonça


Foi noticiado pelo site Notícias Cristãs, o lançamento da Bíblia King James Edição de Estudo. Para quem não sabe, a King James 1611 (Rei Tiago) é baseada em textos gregos; versões latinas; traduções francesas, espanholas e italianas e no Novo Testamento católico (Rheims-Douay) [1].


A King James ocupou lugar de destaque no meio protestante, até que foram descobertos dois manuscritos bem mais antigos que os utilizados na sua confecção: Os Codex Sinaiticus e o Vaticanus. Estes dois códices provocaram o surgimento de novas versões (p. ex. NVI, Bíblia de Jerusalém), consideradas pelos eruditos como mais fieis aos autógrafos (manuscritos originais que já não existem mais).


Apesar disso, existe uma ala mais conservadora que põe a tradicional King James (baseado no chamado Textus Receptus) num patamar mais elevado que as novas versões. Os amantes da King James ficarão felizes com esse lançamento.


Segue abaixo um trecho do anúncio do Notícias Cristãs:


“Agora você tem à sua disposição a conhecida e apreciada tradução King James e mais um acervo de ricas informações para estudo (864 páginas, formato 16x23cm, letras grandes, capa brochura e luxo, como você preferir): notas exegéticas, comentários teológicos abalizados, esboços, diagramas completos de cada livro ou carta bíblica, inspirados nos conceitos de síntese bíblica ministrados pelo Dr. Irving L. Jensen (durante muitos anos diretor do departamento de estudos bíblicos do Bryan College), Dr. John Hoover, querido amigo, que deu literalmente sua vida pelo ministério Walk Thru the Bible, e nas saudosas aulas dos professores Dr. Lisânias Moura (hoje pastor sênior da Igreja Batista do Morumbi ) e Dr. Carlos Osvaldo Pinto (Seminário Bíblico Palavra da Vida)”.

Nota:

[1] SIMON, Edith. A reforma. Tradução de Pinheiro de Lemos. Rio de Janeiro: José Olympio, 1971, p. 124.